Retrospectiva 2012: relatos da FIV

Esse ano foi o mais intenso da minha vida!

Muitas coisas aconteceram. Na vida profissional, desde largar o emprego para quase morar em Madrid, voltar e trabalhar de novo...terminar o contrato...começar a terceira pós-graduação, trabalhar como autônoma e não trabalhar.

Nesse momento, em Setembro, decidimos que seria a hora de fazer o tratamento para engravidar. Minha primeira consulta com o especialista foi agendada pela Keyla, (lembra?), eu estava muito relutante, com medo do que poderia ouvir. Esse primeiro passo foi muito importante. Depois da primeira consulta, resolvi encarar o problema de frente e enfrentar o que fosse. Decisão difícil, pois os momentos que vieram foram os melhores e piores da minha vida.

Fui buscar uma segunda e terceira opinião (conselho da minha amiga Keyla, de novo) até me sentir confiante para dar mais um passo. Segui meu coração e fiquei com a terceira e não me arrependo. É incrível, como mesmo os especialistas tem opiniões e diagnósticos diferentes, tudo isso para nos confundir.

Confiei, primeiramente em Deus e depois no diagnóstico do Dr. Fábio. Ele solicitou exames simples, de sangue, que detectaram um problema que nenhum outro se atentou. Feito isso, durante o ultrassom de mamas pré tratamento, solicitado por ele, descobrimos três nódulos de mama. Para ser sincera, isso não me preocupou, pois sabia que tinha características de nódulos benignos. O que mais me preocupou foi a incompetência da médica do primeiro laboratório, que fiz o exame, que só diagnosticou um nódulo. Uma baita perda de tempo. Meu médico, conhecendo esse laboratório, me orientou a realizar esse exame no Sírio Libanês. Para vocês terem uma ideia, para conseguir um horário com e tal médica no Sírio, teria que esperar uma eternidade! Agora, imagina...era Julho e só tinha horário em Dezembro! Hahahahahaha. Sem o tal exame não poderia iniciar o tratamento, por causa da alta dosagem de hormônios que precisamos tomar, o nódulo poderia aumentar.

Meu médico pediu para sua secretária tentar agendar com urgência...consegui para a mesma semana! Ebaaaa! Fiquei muito feliz! Fui fazer o exame e então foram constatados 3 nódulos, antes era só um. Saí desolada, vendo meu sonho se distanciar ainda mais.

Volto no médico (um ginecolgista de confiança da minha sogra, fez o parto do meu marido), ele me libera para o tratamento, sem precisar de biópsia, já que os nódulos eram benignos. Porém se recusa a fazer uma carta para o meu especialista. Levo o resultado do ultrassom, feito e muito bem pago, no Sírio Libanês e o Dr. Fábio, analisa e me diz que sem uma carta de autorização do Mastologista, não poderia fazer o tratamento indicado! E que nessas condições, uma biópsia seria essencial(olha como as opinões se divergem) e me pede a biópsia. Procuro um mastologista, péssimo, por sinal, Dr . Gelson Eduardo Bucheroni (esse faço questão de falar o nome). Mal olhou na minha cara, perguntou o que eu tava fazendo lá, e quando eu expliquei, ele falou: "ah! Seu nódulo vai aumentar, ué!", sendo que isso não é verdade. Faço a biópsia, volto no mastologista, é um nódulo benigno, porém o mesmo se recusa a me dar uma carta me autorizando para o tratamento. Qual o problema desses médicos? Eles tem medo? Volto no Dr. Fábio com a biópsia em mãos e repito as palavras do mastologista: "Seu médico especialista, vai saber interpretar a biópsia". Óbvio, que meu médico deu risada e lamentou as palavras do colega. E sim, ele sabe interpretar uma biópsia de mama.
Enfim, fui liberada para a Fertlização in Vitro. Ufa! Três meses depois da primeira consulta e 6 meses depois da primeira opinião. Setembro, o mês em que o Léo estaria de férias. Mas tivemos que correr para conseguir e quase não conseguimos, por causa dessa confusão de médicos incompetentes.

Menstruei no Domingo à noite e na segunda de manhã, fui para a clínica. Fiz o primeiro ultrassom e colhi exames de sangue. Tive uma aulinha sobre o uso das medicações e mesmo sendo enfermeira, tudo parecia meio complicado...meio louco...kkkkk. E várias vezes pensava: "o que eu estou fazendo aqui?" Hahahahaha.

E os termos de congelamento e os contratos? Quase contratei um advogado pra tentar entender alguma coisa. Mas, fui muito bem orientada pela Carol, da clínica. Depois de todas as dúvidas sanadas, vim para casa com o isopor, medicações e mil contratos para assinar.

Tinha que esperar um telefonema, à noite, para confirmar o início das injeções, de acordo com o resultado do exame. À noite, a Jacqueline me liga, dizendo que meu hormônio está alterado e pediu que eu voltasse na clínica no dia seguinte para repetir o exame, pois com aquele valor, não poderia iniciar o tratamento.

Mais um balde de água fria. Fiquei arrasada. Chorei. Depois de tudo o que passei, mais essa? Fui para a clínica no dia seguinte, repeti o exame e voltei para casa, para aguardar mais uma ligação...

À noite: Jacqueline, me avisa que a progesterona abaixou e poderíamos iniciar. Foi na prorrogação! Nunca fiquei tão feliz em tomar uma injeção!

E esse post tá longo demais, por isso, voltarei em outra oportunidade pra falar da coleta de óvulos e transferência de embriões...

Ah! Lá vai mais uma foto da barrigola....



20130101-165329.jpg

Um feliz 2013 pra vocês!

Leia a parte 2 e 3 do relato da FIV aqui e aqui
Bjs,
Van ;)

12 comentários:

  1. Nossa que saga!!
    As escolhas que fazemos na vida nos leva por caminhos nunca antes imaginados!
    Sei muito bem como é todo esse percurso...
    Muito bom vc compartilhar sua experiência!!
    Bj e aproveite e muito o segundo trimestre... É o melhor momento da gravidez! :smile:

    ResponderExcluir
  2. Eh verdade! Nem imaginava que percorreria esse caminho para ser mãe. A única certeza é que essa caminhada está só começando e pelo visto será bem emocionante! Estou aproveitando essa fase boa :). Bjs, Van ;)

    ResponderExcluir
  3. Nossa, estou adorando ler suas histórias! Não vejo a hora da continuacão! A propósito, tudo isso me lembrou a importância de mais de uma opinião médica! Ahhh, eu não sou especialista em fiv, mas sou advogada, precisando de alguma orientacão, posso tentar ajudar no que puder! Paz e bem!

    ResponderExcluir
  4. Ah, ja ia esquecendo, voce é tecnica em enfermagem?

    ResponderExcluir
  5. Que bom que está gostando! Espero ajudar mulheres que vivem situações parecidas...nossa, uma advogada na época dos contratos ia bem....kkkkk. Bjs, Van ;)

    ResponderExcluir
  6. E eu esquecendo de responder...jkkkkkkk. Eu sou enfermeira! Bjs, Van

    ResponderExcluir
  7. Vanessa, adorei conhecer sua história pois daqui a alguns meses vou passar pelo mesmo. Gostaria muito de trocar algumas informações com vc. Vc se importa se conversássemos por email?? bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi Carolina! Que bom que gostou! Se quiser trocar figurinhas me mande um email para vanessa@vidademargarina.com.br. Bjs, Van ;)

    ResponderExcluir
  9. Vanessa, estou passando pela mesma experiência que você. Tenho tendência a desenvolver nódulos benignos da mama (fibroadenomas). Tenho vários, perdi até a conta, mais de vinte, acho.
    Estou com vontade de fazer a FIV, mas o que me preocupa são esses nódulos. Os médicos dizem que eles podem aumentar de tamanho e tbém em quantidade. Gostaria de saber de vc, se os seus nódulos cresceram ou surgiram novos em virtude da ação hormonal da FIV. Aguardo sua resposta.
    Luciana.

    ResponderExcluir
  10. Oi Luciana! Os meus médicos falaram que o fibroadenoma não é hormônio dependente e portanto não devem aumentar com o uso de hormônios, todavia há uma certa cautela, tanto é que fiz a biópsia antes da FIV. Como estou amamentando ainda não fiz o us de controle...assim q terminar de amamentar farei novo ultrasom. Boa sorte no sej tratamento! Bjs, Van ;)

    ResponderExcluir
  11. Ola, adorei seus relatos!
    Você pode me dize o nome completo do médico com quem fez a fertilização?

    ResponderExcluir
  12. A Van está com o blog www.testeiporvoce.com.br. Dá uma passadinha por lá que além de ser super legal, fica mais fácil de vc conversar e tirar suas dúvidas com ela.

    Bjs

    Keyla

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acompanhe via email

Digite seu endereço de email:

Testei por Você © Copyright 2013. Desenvolvido por Elaine Gaspareto