Diário de Bordo: Londres

Mais um Diário de Bordo! O destino de hoje, com certeza foi bastante visto por nós, agora, nas Olimpíadas!
Devo dizer que a cidade é amada por um e não tanto por outros. Já ouvi algumas pessoas dizerem: "Ah! Londres não tem nada demais..." E outras: "Linda! Amei a cidade!". Por isso acho que depende muito do gosto e da personalidade da pessoa.

Eu simplesmente amei Londres! Quando estava na Europa, a cidade foi eleita a minha preferida, entre todas. Inclusive, enquanto estávamos por lá, já fazíamos planos para voltar! Acho que o idioma ajuda muito! Embora eu não fale inglês muito bem, eu entendo, leio e para as coisas básicas me viro. Diferente de Paris e Frankfurt por exemplo. Com certeza isso contou muito para eu gostar da cidade!

Chegando no aeroporto, logo pegamos um trêm para o Novotel, onde nos hospedamos. Descemos em Hammersmith Station, uma estação de metrô enorme, tipo um mini shopping. Compramos o nosso Oyster Card, um cartão para "passe livre" na entrada e saída do metrô. Aliás, uma dica: em Londres você precisa desse cartão para sair do metrô, não basta somente passar na catraca. Por isso, compensa muito pegar esse cartão e abastecer com algumas libras...nós colocamos acho que 10 libras e foi o suficiente para eu andar na cidade por quase uma semana. Embora, tenha visitado muitos lugares à pé.

20120930-161334.jpg quarto do hotel.

Preciso contar o que aconteceu nesse quarto. Sabe aquelas chaleiras elétricas para esquentar água e fazer café ou chá? Pois é, tinha uma dessas no quarto e um belo dia, pedimos o café no quarto. Como demorei para tomar, resolvi requentar na chaleira...hahahaha. Perguntei pro Léo o que ele achava, ele disse que não sabia e tal (reparem que a loirisse não foi só minha...). Resolvi tentar. Vocês imaginam o que aconteceu, né? Transbordou café com leite até o chão. Não tinha um pano e eu com vergonha de chamar a camareira, peguei as toalhas do banheiro pra tentar limpar a bagunça...depois de tudo, falei pro Léo: é leite ferve e transborda, né? Kkkkkkk. No final das contas tomei meu café quentinho :)

Voltando...As pessoas são muito educadas, pontuais...ai sei lá...eu me encantei. Só ficava meio confusa na hora de atravessar a rua...pois lá o motorista é do lado direito do carro e portanto andam do lado esquerdo...E eu olhava sempre pros dois lados, claro.

Uma colega de trabalho do Léo, falou que os dias que estivemos lá, foram os dias mais bonitos do Outono de Londres, pois tivemos o privilégio de ver o Sol...artigo meio de luxo nessa época do ano. Podem falar que a cidade é cinza e tal...mas para mim não há nada de monótono ou triste em Londres. E apesar de escurecer umas 16:00 nessa época, a cidade é sim muito animada! Basta visitar um pub...

Vamos então ao que interessa!

Hoje vou mostrar o Big Ben e a London eye.

O Big Ben, diferente do que eu pensava, não é o nome daquele relógio na torre, sabe, que todo mundo conhece? Na verdade é o nome do sino do Palácio de Westminster, prédio do Parlamento de Londres, colocado lá em cima, na torre. Interessante, eu li no wikipedia que a torre está se inclinando com o tempo...também pudera, o sino pesa 13 toneladas! À noite a iluminação deixa a torre especialmente linda! Fiquei emocionada quando saí do metrô e dei de cara com ela toda iluminada...

20120930-163258.jpg

20120930-162447.jpg Big Ben e London Eye

20120930-162925.jpg

20120930-163015.jpg

Atravessando o rio Tamisa, você pode visitar a London eye. E eu digo você, pois eu não subo naquilo nem de graça! É uma roda gigante, gigante, 135m de altura. É muito alto e as cabines são inteiras de vidro...tenho certeza que daria trabalho para o Léo, com a minha vertigem. Mesmo assim, a roda gigante é linda e não tem como você não vê-la, fato. Dizem que ela proporciona a vista de Londres inteira...e o passeio dura 30 minutos! Eu, hein?

20120930-161129.jpg Rio Tamisa e London Eye

20120930-161226.jpg London Eye

Para visitar a cidade, você precisa de um passaporte e o visto de turista é feito na hora, ao desembarcar em Londres. É a mesma coisa que passar pela imigração nos EUA, eles fazem umas perguntas e pronto, se tudo estiver certo, eles dão o visto.

Lembrei de uma coisinha agora! Para visitar a Alemanha, todos os brasileiros precisam necessariamente apresentar a passagem de volta para o Brasil ou de saída do país para outro lugar. Fomos de Madrid para Frankfurt e já no check-in eles pedem para ver a sua passagem de volta, senão nem embarca! Nos sentimos mal, pois para os espanhóis eles não pediam isso, só para nós, brasileiros, exigência dos alemães. Então tá, né?

Uma ótima semana e um feliz começo de primavera!

Bjs,
Van ;)

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acompanhe via email

Digite seu endereço de email:

Testei por Você © Copyright 2013. Desenvolvido por Elaine Gaspareto